6 dicas para planejar a sua primeira viagem ao exterior

0
397

Vai fazer sua primeira viagem internacional? Confira algumas dicas importantes!

1. Passaporte, visto e vacinas

O passaporte é um item quase obrigatório para aqueles que têm um destino internacional como próxima parada. Apenas alguns destinos da América do Sul não exigem o passaporte. Mas, na maior parte do mundo ele é o documento padrão. Dessa forma, se você não tirou o documento ou está com a validade vencida, é hora de ir atrás da emissão do passaporte. Não deixe para tirá-lo na última hora, pois o passaporte demora um tempo considerável para ficar pronto.

Outro detalhe essencial é verificar se o país de destino exige o visto consular para brasileiros. Países como Estados Unidos, Canadá, China, Japão, Austrália, entre outros, exigem que o visto seja retirado antes do embarque. Então, assim que estiver com o passaporte em mãos, já pode entrar com o pedido de visto para não correr o risco de perder a viagem.

A Schultz Vistos é uma assessoria especializada em vistos para turismo, negócios, estudos e trabalho, passaporte, entre outros serviços relacionados à viagens internacionais. Com mais de 30 anos de experiência no mercado pode auxiliar você com toda a documentação e dúvidas.

Além do passaporte e visto consular, observe se o país exige o comprovante internacional de vacina contra doenças. A principal vacina é contra a febre amarela. Veja se é o caso do seu destino, pois será necessário providenciar o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP). Consulte o site da ANVISA para visualizar o local mais próximo para emissão do documento e para tomar as vacinas.

2. Orçamento da viagem internacional

Se organize e defina quanto é viável gastar durante a viagem. Quanto você pode gastar com o pacote, alimentação, passeios e compras? Faça uma boa pesquisa de preços e opções de roteiros. A Schultz tem diversos pacotes de viagens internacionais esperando por você.

Os roteiros internacionais da Schultz atuam nas regiões da América do Sul, América do Norte, América Central, Europa, África, Ásia e Oceania e em nichos específicos, como lua de mel, família, vinhos, gastronomia, etc. Confira os incríveis pacotes internacionais da Schultz Turismo.

3. Assento e refeição no voo

Fique atento às opções de assento oferecidas pela companhia aérea. Tente verificar esse item da viagem com antecedência, assim, provavelmente, conseguirá uma boa poltrona.

Outra escolha depois da compra da passagem é a refeição servida a bordo. É possível degustar pratos comuns, servidos a todos os passageiros ou, caso tenha algum tipo de dieta restritiva, pode pedir um prato especial. Consulte o cardápio da companhia aérea.

4. Seguro Viagem para sua tranquilidade

Para qualquer imprevisto, o seguro viagem estará a disposição para lhe auxiliar, desde uma transferência de fundos, até uma assistência médica. Não viaje sem seguro, viaje tranquilo! Conheça todas as vantagens da contratação do seguro viagem internacional no site do Vital Card e faça uma viagem segura e inesquecível.

5. Vamos arrumar as malas?

Cuidado para não pagar por excesso de bagagem. As regras da quantidade de bagagem e peso permitidos são diferentes entre as companhias aéreas. Pesquise no site da companhia mais detalhes sobre as malas despachadas e a bagagem de mão. Se a viagem for para compras, confira as regras de retorno ao Brasil no site da Receita Federal.

6. Passando pela Imigração

Este é um dos processos que mais preocupa os brasileiros ao viajar para o exterior. Por que? Ué, porque para passar pela imigração é importante estar preparado para responder qualquer pergunta ao agente da imigração com segurança e sinceridade. Além disso, esteja com todos os documentos da viagem impressos em mãos.

Nesse momento, é essencial comprovar que você está apto a pagar pela viagem. Se não tiver um cartão de crédito internacional, sugerimos que leve uma quantia em dinheiro condizente com o padrão da viagem. Ter o visto não é garantia que está autorizado a entrar no país. Sempre há o risco de deportação. Por isso, o bom senso é importante em todas as imigrações do mundo.

Se tudo estiver correto, em seguida, você recebe o carimbo de entrada no país, faz a foto e no máximo terá as digitais identificadas. E depois? Aproveite bem o percurso!

DEIXE UMA RESPOSTA