Visto de intercâmbio para 3 países: saiba tudo sobre o assunto

0
674

Estados Unidos, Canadá ou Austrália… Qual desses destinos será o seu escolhido para fazer intercâmbio? Independente do lugar que escolher, temos certeza que será uma viagem incrível, de muita descoberta e aprendizado. Confira algumas dicas sobre o processo de intercâmbio para estudantes brasileiros.

Como tirar visto de intercâmbio?

Na era digital, grande parte das instituições está se adaptando para o meio on-line. Com o processo de visto não seria diferente. A maior parte pode ser resolvida on-line, o que pode acontecer é a necessidade de alguns exames médicos, apresentação de comprovantes e a entrevista pessoal, dependendo do país e do caso.

Visto de intercâmbio para os EUA

Muitas pessoas têm “medo” deste processo, devido a quantidade de vistos negados, porém pessoas que contratam a consultoria de vistos consulares, dificilmente, têm o visto recusado para viajar para os EUA. Com mais de 30 anos de experiência no mercado, a Schultz Vistos poderá responder suas dúvidas, além de auxiliar na documentação.

Há duas categorias de visto para viagens com intuito de estudar ou fazer intercâmbio nos Estados Unidos: F1 ou J1. Documentos necessários:

  • Documentos básicos próprios e/ou dos pais, quando menor ou dependente.
  • Comprovante de pagamento da Taxa do Sistema de Registro de Segurança Interna (SEVIS), realizada pelo aluno ou pela escola por meio do site: www.fmjfee.com.
  • Petição vinda da escola dos EUA: I-20 ou DS 2019 original.

Algumas informações importantes sobre as categorias F e J:

  1. Todos os solicitantes dessas categorias de visto devem ter seus dados inclusos em um banco de dados. A escola ou empresa é que deverá passar os dados referentes ao tipo de solicitação desejada, além do nome do solicitante. Lembrando que, existe uma taxa a ser recolhida pelo SEVIS.
  2. Regras do Departamento de Segurança Interna dos EUA estabelecem que os solicitantes de visto de não-imigrante F ou J não têm seus vistos emitidos a não ser que sejam registrados pela escola no SEVIS.

Mais informações, acesse: Visto EUA

Visto de intercâmbio para o Canadá

O Canadá é um dos destinos mais desejados pelos estudantes brasileiros, tanto com o objetivo de aprender outra língua, quanto para cursos gerais. Veja alguns documentos necessários para retirar o visto canadense de intercâmbio.

Para Cursos com duração de até 6 meses:

  • Documentação Básica.
  • Documentos de renda dos pais, comprovação escolar + carta custeio dos pais.
  • ACCEPT da Escola Canadense.
  • Formulário APPLICATION FOR A TEMPORARY RESIDENT VISA (IMM5257), totalmente preenchido e assinado (cópias frente/verso).
  • Formulário Adicional totalmente preenchido e assinado (no campo 1 deverá especificar nome da escola, cidade, período, tipo de curso e objetivos de estudar no Canadá).
  • Menores viajando desacompanhados dos pais deverão acrescentar: autorização de viagem dos pais + Cópia da Certidão de Nascimento + Termo de Custódia.
  • High School – Atenção! Para High School com permanência de até seis meses aplica-se visto de entrada de uma ou múltiplas entradas salvo se na carta de aceite for exigido “Study Permit” (então nesse caso aplica-se visto de estudos).

Para Cursos com duração superior a 6 meses: Study Permit

  • Documentação Básica Completa (regra de isenção de documentos de renda para quem possui visto/entrada no Canadá ou EUA não é válida para este tipo de aplicação de visto).
  • Documentos de renda dos pais, comprovação escolar + carta custeio dos pais.
  • ACCEPT da Escola Canadense.
  • Formulário específico de estudos (Study Permit).
  • Formulário Adicional totalmente preenchido e assinado (no campo 01 deverá especificar nome da escola, cidade, período, tipo de curso e objetivos de estudar no Canadá).
  • Menores de 18 anos desacompanhados dos pais deverão acrescentar: autorização de viagem dos pais com firma reconhecida em cartório + Cópia da certidão de Nascimento + Termo de custódia.
  • Para estudar na Província de Quebec, acrescentar: C.A.Q (Certificado de Aceitação de Quebec).

Mais informações, acesse: Visto Canadá

Visto de intercâmbio para Austrália

A Austrália permite que estudantes que passam mais de 14 semanas por lá trabalhem legalmente, abaixo listamos alguns documentos necessários para a retirada do visto de intercâmbio.

Para Cursos com duração superior a 12 semanas (Subclass 500).

Documentos obrigatórios para início do pedido de visto:

  • Formulário rascunho totalmente preenchido e assinado (as informações podem sofrer alteração conforme perfil do solicitante, portanto, outras informações podem ser solicitadas no decorrer do processo de visto).
  • Termo de responsabilidade da Schultz totalmente preenchido e assinado.
  • Cópia colorida das páginas de dados pessoais do passaporte atual com validade mínima de 06 meses + todas as páginas com vistos já obtidos para Austrália ou outros países (exclusivo para Brasileiros, Argentinos, Uruguaios e Paraguaios – outras nacionalidades, apresentar passaporte original).
  • Cópia colorida da Carteira de identidade (RG).
  • CoE (Overseas Student Confirmation-of-Enrolment).
  • Comprovante de Saúde Viagem – OSHC (Overseas Student Health Cover).
  • Formulário 956A preenchido e assinado (formulário disponível no Site).
  • Carta de intenção do solicitante principal em inglês, a carta deve mencionar os motivos pelo qual escolheu estudar na Austrália, principalmente em relação aos benefícios acadêmicos, profissionais e pessoais (deve ter no máximo 2000 letras e o texto não pode estar bloqueado para cópia).
  • Declaração de Imposto de Renda completa, com recibo de entrega, pessoa física, referente ao último exercício.
  • Cópia autenticada dos 3 últimos contracheques + cópia autenticada da carteira profissional + carta da empresa em papel timbrado informando o período de férias, e que não se encontra em aviso prévio (se empregado).
  • Cópia autenticada dos 3 últimos pró-labores + cópia autenticada do contrato social + cópia autenticada do CNPJ (se empregador).
  • Cópia autenticada dos 3 últimos comprovantes de RPA (Recibo de Pagamento Autônomo) + cópia autenticada da inscrição como autônomo (se autônomo).
  • Extratos bancários últimos 3 meses com saldo (conta corrente, aplicações, investimentos, poupança – cópia autenticada ou originais se não desejar receber de volta).
  • Comprovante de reserva aérea (fornecido pela agência de turismo ou companhia aérea).
  • Estudantes deverão apresentar também um comprovante escolar.
  • Diplomas, Certificados de cursos realizados/formação acadêmica no Brasil e no exterior (Se houver).
  • Exames médicos completos realizados com um dos médicos credenciados com a Embaixada.
  • Carta de aceitação da escola.
  • Passageiros que pretendem ficar a partir de 01 ano na Austrália devem acrescentar: CERTIFICADO DE ANTECEDENTES CRIMINAIS FEDERAL, podendo ser solicitado pela Embaixada, a requerentes que pretendem permanecer menos tempo, de acordo com análise consular.
  • Menores de 18 anos viajando sozinho, acrescentar: Welfare letter.
  • Menores de 18 anos, acrescentar: Formulário 1229 disponível no Site.

Antes de iniciar o pedido de visto de estudos com permanência superior a 12 semanas, entenda algumas recomendações:

  • Recomenda-se encaminhar o pedido de visto 03 meses antes do início do curso.
  • O pedido de exames médicos será solicitado após o processo ser submetido no sistema, alguns casos, de acordo com o perfil do candidato e respostas sobre saúde os exames médicos podem não ser solicitados.
  • O novo sistema para solicitação de visto de estudos é “inteligente” e após a aplicação do pedido de visto poderá ou não solicitar documentos adicionais (Sistema irá traçar o perfil do aplicante do visto e informar os documentos a serem anexados ao processo antes da submissão).
  • Imposto de renda (principal documento). Renda mínima comprovada AUD60.000,00 por ano. Se o estudante for acompanhado de um membro familiar o valor mínimo aceito será de AUD70.000,00.
  • O valor necessário para solicitação do visto é de AUD19.000,00 por ano, esse valor deverá ser comprovado através dos extratos bancários dos três últimos meses de conta corrente, poupança, aplicações e investimentos (A Imigração Australiana não aceita extrato de fundos de ações, previdência privada ou pública ou recibo de compra de moeda estrangeira como comprovação de fundos).
  • Custeador de viagem: É necessário que o custeador da viagem seja uma família próximo. O ideal é que o custeador seja o pai, mãe ou cônjuge. Se for outro familiar é necessário explicar o motivo pelo qual ele está custeando a viagem, principalmente as razões que motivaram esse custeio.
  • Custo de vida na Austrália para aplicação do visto: Site.
  • Proficiência em Inglês: Pode ser solicitado comprovação de proficiência de inglês para cursos VET, Universidade e Pós-graduação. Cursos de idiomas – ELICOS – e ESCOLA SECUNDÁRIA são isentos da apresentação desse documento.
  • O solicitante do visto poderá ser um GENUÍNO ESTUDANTE, ou seja, o seu perfil será avaliado e terá que convencer sua real intenção de viagem/estudos à Austrália, por esse fato, todas as informações e documentos que comprovem o histórico de trabalho, histórico de escolaridade e capacidade financeira da viagem é importante na avaliação do pedido de visto.
  • TAXA CONSULAR: Deverá ser paga através de cartão de crédito internacional desbloqueado (AUD550,00 + impostos + taxa do cartão de crédito: Site).

Mais informações, acesse: Visto Austrália

Você vai viajar para um país que não está listado neste post, mas que precisa de visto? Tire suas dúvidas:

DEIXE UMA RESPOSTA